Quem sou eu

Belém/Ribeirão Preto, Brazil
Amazônida jornalista, belemense papa-xibé. Mãe, filha, amiga... Que escreve sobre tudo e todos há décadas. Com lid ou sem lid e que insiste em aprender mais e mais... infinitamente... Até a morte

Aos que me visitam

Sintam-se em casa. Sentem no sofá, no chão ou nessa cadeira aí. Ouçam a música que quiser, comam o que tiver e bebam o que puderem.
Entrem...
Isso aqui está se transformando em um pedaço de mim que divido com cada um de vocês.
Antes de sair me dê um abraço, um afago e me permita um beijo.

Arquivo do blog

quinta-feira, 27 de dezembro de 2007

A novela da nova cirurgia

Hoje tive mais uma consulta e a minha expectativa (ela, sempre ela !!!) era que eu já sairia de lá liberada para a nova cirurgia, aquela que aprofundará o tipo de câncer que tenho, o nível de comprometimento dos lifonodos e a definição, a partir dessas informações, do tratamento que farei. Mas nada !! Só no próximo ano repetirei os exames que nortearam os próximos passos.
Mais exames....mais consultas ...
A conversa foi boa, ele gostou da minha disposição, do meu astral e da minha determinação em prosseguir com a dieta. Falou-em com otimismo sobre o tipo de câncer que tive (?), mas não pôde esclarecer a maior de minhasdúvidas: as quimioterapias. Quantas farei ? Qual o tipo ? E os efeitos colaterais ? O que elas me impedirão de fazer ? Ficarei muito debilitada ?
Pediu-me calma e paciência. Cada caso é um caso e cada organismo reage de um jeito.
Vou tentar não pensar demais, a não fazer jus ao meu antigo diagnóstico psiquiátrico de ansiedade antecipatória.
Tenho trabalhos a concluir, relatórios a entregar, compras a fazer e malas para arrumar de novo.
Melhor me preparar para o reveion e deixar a cirurgia para o próximo ano.
Transferir as angústias da espera para 2008. Repassar para mais tarde os medos. Desconsiderar que janeiro será diferente.
Viver ainda é o melhor de todos os projetos !