Quem sou eu

Belém/Ribeirão Preto, Brazil
Amazônida jornalista, belemense papa-xibé. Mãe, filha, amiga... Que escreve sobre tudo e todos há décadas. Com lid ou sem lid e que insiste em aprender mais e mais... infinitamente... Até a morte

Aos que me visitam

Sintam-se em casa. Sentem no sofá, no chão ou nessa cadeira aí. Ouçam a música que quiser, comam o que tiver e bebam o que puderem.
Entrem...
Isso aqui está se transformando em um pedaço de mim que divido com cada um de vocês.
Antes de sair me dê um abraço, um afago e me permita um beijo.

Arquivo do blog

sexta-feira, 16 de novembro de 2007

Furei o diário

Ontem, pela primeira vez desde o dia 24 de setembro, não escrevi um texto para o blog. Não deu... A festinha pelos 5.0 do maridão quase amanheceu. Mesmo sem beber nada (só água) e comer apenas um pouco da salada quase light, dormi tarde demais, conversei, me diverti. Família, amigos (mais os deles, mas estavam a Ieda e o Gui para um papo mais pessoal)e o sono no dia seguinte era enorme. Acordei tarde, com preguiça...
No almoço, a família novamente reunida : Ruthlene, Thaís, Thomaz, Rulton, Socorro, Leonardo, tia Jorgete e uma festinha quase exclusiva para os vizinhos na calçada sombreada. Muita música, cervejaq (para eles), pratinhos que iam e vinham com os tira-gostos e de repente o dia acabou.
Hoje, meio feriado, um passeio no shopping com o Leonardo, umas comprinhas e agora os preparativos para a aula que darei à noite. Isso mesmo, haverá aula !!!
Não me sinto pressionada a ir até lá, pois sei que muitos alunos comparecerão. Os feriados de 2 e 15 de novembro mexeram com o nosso calendário e é preciso correr para finalizar o semestre.
Uma vida quase normal. Não fosse um pulguinha que teima em me incomodar. Por que não faço logo a cirurgia de retirada e pesquisa do material ainda restante da primeira e dos lifonodos ? Será que estou tão debilitada do fígado assim ? Esse tempo não está longo demais e pode influenciar no câncer ?
Perguntas sem respostas. A nova consulta só acontecerá dia 29 de novembro. O que me leva a deduzir que antes do dia 5 de dezembro não operarei. Tudo bem que posso analisar sob outro prisma : todo esse cuidado significará êxito na cirurgia e nos efeitos colaterais do tratamento do câncer. O fígado (já sei!) é um dos órgãos mais afetados pela BOMBA da quimio.
É que está demorando demais ... Sinto que às vezes me engano. Deixo a vida me levar e vou curtindo cada dia como se lá adiante não me esperasse um cruzamento, como se não estive à espreita um tormento.
Não é uma sensação muito boa...