Quem sou eu

Belém/Ribeirão Preto, Brazil
Amazônida jornalista, belemense papa-xibé. Mãe, filha, amiga... Que escreve sobre tudo e todos há décadas. Com lid ou sem lid e que insiste em aprender mais e mais... infinitamente... Até a morte

Aos que me visitam

Sintam-se em casa. Sentem no sofá, no chão ou nessa cadeira aí. Ouçam a música que quiser, comam o que tiver e bebam o que puderem.
Entrem...
Isso aqui está se transformando em um pedaço de mim que divido com cada um de vocês.
Antes de sair me dê um abraço, um afago e me permita um beijo.

Arquivo do blog

sexta-feira, 7 de dezembro de 2007

Vinho orgânico PODE !!

Daqui a pouco os colegas da pós da Unama vão se reunir em casa. A nossa confraternização com direito a amigo invisível, muito papo (do bom !!), gargalhadas e fortalecimento da amizade que nasceu durante estes meses (mais de um ano!).
Tenho que prosseguir na dieta. Não posso me deslumbrar com o espírito festivo e ignorar as recomendaçõs médicas. Não parece, não sinto, mas estou doente. Não posso esquecer desse pequeno detalhe.
Como fui "premiada" pelo médico pela excelente conduta, recevi como um dos trouféus um vinho branco moderadamente. Desde o dia 24 de setembro não coloco uma gota de álcool na boca. Para muitos pode parecer pouco, mas para mim é muito, muito mesmo ! Sempre fui amante da cerveja e em seus braços dormi muitas vezes, amei, chorei, sorri e vomitei. Encontrei nela companhia quando estava só, companhias mais agradáveis quando estava acompanhada. Por isso é tão difícil ficar sem ela definitivamente. Por isso comemoro o vinho de quem nunca fui muito amiga.
Mas hoje PODE !! Não cerveja, mas um vinho que já começo a me deliciar. Saborear sozinho, sentir seu cheiro, seu gosto. Eu e ele.
Um vinho orgânico !! Nem sabia que existia.
Vinícola Garibaldi que nas informações contidas no enunciado afirma que suas uvas são cultivadas sem uso de fertilizantes químicos e agrotóxicos. Um peso a menos na consciência, um prejuízo menor ao fígado. Será só uma taça. Um brinde ao momento, a descoberta de que se pode fazer amigos depois dos 50. Contrariando todos os ditados que afirmam o contrário.
Tim-tim aos orgânicos.
Tim-tim aos colegas da Unama !!
Tim-tim à oportunidade que estou tendo de vivenciar tudo isso.
Hoje a doença não existe !