Quem sou eu

Belém/Ribeirão Preto, Brazil
Amazônida jornalista, belemense papa-xibé. Mãe, filha, amiga... Que escreve sobre tudo e todos há décadas. Com lid ou sem lid e que insiste em aprender mais e mais... infinitamente... Até a morte

Aos que me visitam

Sintam-se em casa. Sentem no sofá, no chão ou nessa cadeira aí. Ouçam a música que quiser, comam o que tiver e bebam o que puderem.
Entrem...
Isso aqui está se transformando em um pedaço de mim que divido com cada um de vocês.
Antes de sair me dê um abraço, um afago e me permita um beijo.

Arquivo do blog

quarta-feira, 12 de dezembro de 2007

E ela chega aos 12

Há doze anos eu pensava que iria morrer. Vivi, com a mente doente que sempre tive, esses momentos pré-morte. Transformei o parto em complicações. Tinha motivos de sobra que só ratificavam as fantasias mórbidas: pressão arterial alta, duas pré-eclampses e muito medo.
Troquei a alegria de ter mais um filho pelo medo de deixá-los. Ele tinha, àquela época, 4 anos e ela estava chegando. Hoje, 12 anos depois, tenho uma bela menina-moça que começa a se tornar mulher. Uma autêntica amazônida. Pele morena, cabelos negros e lisos, olhos miúdos e bem escuros.
A cabocla verdadeira.
Ela herdou esses traços fortes dos antepassados de meu pai, índios da região do Tapajós. A tez é pura Amazônia.
Tem orgulho dessas características. Valoriza-as...
Ser mãe de uma jovem neste momento é oscilar entre uma sargenta ranzinza e autoritária e uma doce e meiga cúmplice, amiga. Acho que sou assim (pelo menos tento !): brigo, ameaço bater, coloco de castigo, obrigo a estudar e ao mesmo tempo sou carinhosa, acaricio, afago, beijo, abraço, faço concessões encima de concessões.
Atenta sempre: quem são seus amigos,com quem conversa na Internet, vasculho o Orkut e converso... converso... converso....
Minha menina-moça tem sonhos. Sonha alto: quer ser arqueóloga (se diz apaixonada pelo Egito) ou uma profissão que possa aporoximá-la das crianças especiais. Paciência tem de sobra e carisma com os pequeninos também.
O que posso desejar a ela além do que desejamos a todos que amamos: que seja feliz !! Muito feliz !!
Tim-tim !!