Quem sou eu

Belém/Ribeirão Preto, Brazil
Amazônida jornalista, belemense papa-xibé. Mãe, filha, amiga... Que escreve sobre tudo e todos há décadas. Com lid ou sem lid e que insiste em aprender mais e mais... infinitamente... Até a morte

Aos que me visitam

Sintam-se em casa. Sentem no sofá, no chão ou nessa cadeira aí. Ouçam a música que quiser, comam o que tiver e bebam o que puderem.
Entrem...
Isso aqui está se transformando em um pedaço de mim que divido com cada um de vocês.
Antes de sair me dê um abraço, um afago e me permita um beijo.

Arquivo do blog

segunda-feira, 24 de setembro de 2007

Há muito a dizer ...

Não sei se terei tempo, saco, disposição, mas como não posso ficar ultrapassada (quase todos os meus amigos têm um celualr e um blog! ), cá estou eu... Poderia ser sobre as histórias do jornalismo em Belém, da extinta e grande escola A Província do Pará, sobre a Embrapa que tem sede em Belém, sobre os Rendeiro que vieram de Portugal e se fixaram na cidade.... Os temas foram os maiores obstáculos. Optei por EU, BELÉM E MUITAS HISTÓRIAS. Posso falar sobre todos os outros temas a partir daí...
Espero que muitos participem e coloquem suas histórias aqui também ...

8 comentários:

Ruth Rendeiro disse...

MUDOU TUDO !!
Quando, no dia 24 deste mês, resolvi criar este blog, o fiz por brincadeira, deleite, necessidade de me manter atualizada, além da oportunidade de, de repente, ter um fórum para lembrar "causos" de Belém de um passado recente.
Não esperava que no dia seguinte fosse mudar a temática. O resultado da biópsia de um tumor, aparentemente benigno, na mama esquerda, chegou como um tsunami na minha vida.
- Eu com câncer ? Sim, você !!
e aquelas palavras que não faziam parte do meu dicionário começaram a surgir naturalmente : quimioterapia, radioterapia (qual é mesmo a diferença ?), metástase, reconstituição mamária ...
Ainda estou sob o impacto da notícia. Uma hora cheia de esperança, outra achando que assinaram meu atestado de óbito.
Antes dos exames, fui cuidar da minha cabeça. Preciso estar forte para encarar o que me espera, para as surpresas que não faziam parte do meu script. Neste momento uma profissional é fundamental. Além de colo preciso de remédio, de orientação sobre como proceder pra não fraquejar, desabar, desesperar.
Bem... isso é só o começo.
Depois escrevo mais. Preciso escrever, desopilar a alma....

Kat disse...

Querida amiga,
Em tudo que vc faz, mesmo nos momentos de espanto e dor, tens a marca do humor e do talento.
É assim que te vejo Ruth. Uma pujança pela vida que não se acomoda na ditadura dos figurinos esquálidos, se derrama em curvas, se escracha no riso e no humor, se apresenta com talento,verdade e elegância.
Faço parte da corrente, que é ampla, longa e não restrita ao território amazônico, de que este momento será superado com muita fibra por vc que é uma pessoa admirável.
Conte comigo para o que der e vier.
bjs
Joice Santos

Paulo Roberto disse...

Ruth, querida
Faz muito bem pra todos nós, teus amigos, que possas contar as tuas histórias sobre Belém que, em alguns momentos, se entrelaçam com as nossas. E agora mais do que nunca, é necessário que escrevas, que mantenhas a mente sempre ocupada, trabalhando, buscando a cura do corpo físico e do espírito. Nada de se fechar. Reagir sempre e se voltar para o mundo. Obstáculos existem nas nossas vidas para que possamos superá-los. E tenho certeza que com a tua garra e a força de tua família e dos amigos, vais tirar de letra essa doença. Da mesma forma que a Rosaly tirou. É claro que todos nós temos nossos momentos de fragilidade. Que choramos, vamos ao fundo do poço. É assim mesmo. Faz parte da vida. Ninguém ganha sempre. As derrotas fazem parte, e a gente pode tirar proveito delas, principalmente quando a gente tem a torcida do nosso lado. E podes ter certeza que tens uma grande torcida ao teu lado. Dos amigos, daqueles que às vezes nem estão tão próximos, mas que estão anonimamente dando uma força nas horas difíceis. Não faço parte do teu circulo mais próximo, mas te respeito muito, te admiro e vou mobilizar todas as minhas energias para somar com outras tantas que vão, de alguma forma, contribuir para que permaneças sempre ativa, dinâmica e firme na luta pela preservação da vida.
Grande abraço do amigo

Paulo Roberto Ferreira

crisblog disse...

Caramba...linda, até que enfim...

Amei a iniciativa...quero saber de todas as histórias e estórias, heim...? rsrs

Beijinhos, seja bem vinda à blogosfera. E passe lá no meu, faz favor! rsrs

Vilma disse...

Amada professora.Fico feliz de saber que faço parte da sua vida,pois saiba que você oculpa um lugar muito especial no meu coração.
Sempre te vi como uma lider, uma guerreira, isso é da sua personalidade. Tenho certeza que você vai sair vencedora de mais essa batalha e vai continuar trilhando nos vale da vida, trazendo muita alegria para as pessoas que te amam e precisam de você. Sua estrela não pode parar de brilhar.
Conte comigo, no que precisar.
Um grade beijo no seu coração,fique com Deus.

Vilma Barbosa.

Caderno disse...

Rutinha,
Conte com a gente sempre que precisar. Muita força!!!!
Um grande beijo,
Juliana Rose

Denise disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
freefun0616 disse...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,